Veteranos em alta: Anthrax e Megadeth lançam novos álbuns

Anthrax e Megadeth, dois dos maiores ícones do Thrash Metal mundial, acabam de ter seus novos cd’s lançados no Brasil. Integrantes do famoso Big Four ao lado de Metallica e Slayer, as duas bandas comprovam com seus novos álbuns que ainda têm muita lenha para queimar, e assim, presentear os fãs com música da mais alta qualidade.

Worship Music marca o retorno do vocalista Joey Belladonna, que apesar de não ser o vocalista original foi um dos responsáveis por tornar o Anthrax conhecido e respeitado no cenário do rock pesado mundial. E como Belladonna faz bem à banda. Seu vocal não é o mais técnico do mundo, mas combina perfeitamente com os riffs clássicos do guitarrista Scott Ian.

O novo álbum traz uma mescla entre as sonoridades do início da carreira com a modernidade dos últimos discos com o vocalista John Bush (Armored Saint). As sensacionais “Earth on Hell”, “Fight Em Til You Can’t” (poderia estar em qualquer álbum do início da carreira), “The Giant” (onde o batera Charlie Benante solta o braço), “Judas Priest” (sim, uma homenagem à banda de Rob Halford) e “Revolution Screams” nos remetem aos tempos áureos de álbuns clássicos da banda como Persistence of Time. Já “The Devil you Know” e “The Constant” mostram a evolução da banda, e parecem bastante com as canções feitas pela banda na fase mais recente.

Após oito anos sem lançar nada novo e depois de brigas e mais brigas com vocalistas o Anthrax está de volta e com tudo. Worship Music prova isso. Tomara que o casamento entre Belladona e banda dure muito tempo e continue nos brindando com grandes trabalhos.

Assim como ocorreu com os parceiros do Anthrax, o novo álbum do Megadeth, Thirteen, também marca um esperado retorno, o do baixista Dave Ellefson, que reatou a amizade e a parceria com o vocalista, guitarrista e dono da banda, Dave Mustaine. Não espere por outro clássico do Thrash Metal, pois há tempos a banda deixou de soar como nos primeiros lançamentos, mas estamos diante de um disco digno da história do Megadeth .

Thirteen mostra uma banda super coesa e entrosada (o guitarrista Chris Broderick é sensacional e o baterista Shawn Drover evoluiu demais), e que aposta alto nas melodias e nos solos bem elaborados. O primeiro single “Public Enemy No.1” já virou um clássico. Excelente música, pesadona e com um refrão empolgante. “Whose Life (Is It Anyway?) é outro destaque, assim como a rápida e ao mesmo tempo cadenciada “Fast Lane”, a épica “13” e as ótimas “Sudden Death”, “Never Dead”, e “Wrecker”. Para quem gosta da fase atual do Megadeth é satisfação mais do que garantida!

Dois  grandes lançamentos e ótimos presentes para seu Amigo Secreto de final de ano. Quem é fã dessas bandas, como eu, pode comemorar: o metal está mais vivo do que nunca e com qualidade de sobra!

 

This entry was posted in Lançamentos. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *