WARRANT – Cherry Pie (1990)

Podem dizer que é farofa, poser, que os caras usam laquê, mas o que importa é que Cherry Pie é um baita disco de hard rock, repleto de clássicos, e o Warrant apesar de ter sido bastante subestimado não deve nada a qualquer outra banda do hard americano. Sempre gostei muito deles e o recém-falecido vocalista e compositor principal do grupo, Jani Lane, cantava muito.

Lançado em 1990, Cherry Pie foi responsável por tornar o Warrant conhecido no mundo todo. O álbum é bastante inspirado, cheio de boas músicas, verdadeiros hits, especialmente as baladas que povoaram a MTV por muito tempo.

A faixa título, que abre o disco é sensacional. Típica música grudenta, repleta de coros, boas guitarras e com aquele astral perfeito de um bom “hard festeiro”. Ajudada por um clipe mais do que divertido, a faixa era cantada em uníssono por todas as platéias e é o grande clássico da banda. Logo na sequência estão os outros três singles do álbum. “Uncle Tom’s Cabin” é pesadona e possui um “quezinho” de southern rock; e as maravilhosas baladas “I Saw Red” (uma das melhores baladas da história do hard rock) e “Bed of Roses”, com melodias e vocais prá lá de caprichados. Fáceis de emocionar, principalmente a primeira que consegue ser melancólica e tocante ao extremo.

“Sure Feels Good To Me” e “Love In Stereo” são bastante parecidas e retomam o rock ‘n’ roll “festeiro” e sacana típico do Warrant, enquanto “Blind Faith” comprova a habilidade da banda em criar belas baladas. Destaque mais do que especial para os vocais de Lane

Oitava faixa, “Song and Dance Man” começa com uma caprichada introdução de violão e combina momentos bastante calmos com partes mais agitadas. “You´re the Only Hell Your Mama Ever Raised” é talvez a canção menos empolgante do disco e antecede uma das minhas prediletas, “Mr Rainmaker” que aposta alto nos solos de guitarra e no ótimo refrão.  “Train Train” é um cover muito bem executado da banda de southern rock Blackfoot e que praticamente fecha o álbum. Praticamente, porque ainda tem uma compilação de palavrões e xingamentos (“Ode to Tipper Gore”) que serve como “homenagem” à esposa do ex-vice-presidente americano Al Gore, que era responsável por um órgão pró-censura que adorava pegar no pé dos músicos americanos.   

Cherry Pie está sem dúvida entre os melhores discos do hard rock americano de todos os tempos. Não canso de ouvi-lo, e recomendo pra quem curte esse estilo musical. Ta aí a homenagem do Release Musical ao já saudoso vocalista Jani Lane, que nos deixou muito cedo, aos 47 anos de idade.

Track List:

1.Cherry Pie
2.Uncle Tom’s Cabin
3.I Saw Red
4.Bed of Roses
5.Sure Feels Good to Me
6.Love in Stereo
7.Blind Faith
8.Song and Dance Man
9.You’re the Only Hell Your Mama Ever Raised
10.Mr. Rainmaker
11.Train, Train
12.Ode to Tipper Gore

This entry was posted in Fundo do Baú. Bookmark the permalink.

1 Response to WARRANT – Cherry Pie (1990)

  1. Excelente dica meu amigo!

    Um abração,
    Carlão

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *